Carta de Bauru

segunda-feira, 18, dezembro , 2017 by

Há 30 anos, aqui em Bauru, denunciamos o papel de agentes da exclusão designado aos trabalhadores de saúde mental; afirmamos a defesa intransigente dos direitos humanos e da cidadania dos chamados loucos; compreendemos que a nossa luta faz parte da luta por uma transformação social ampla e verdadeira; reafirmamos o manicômio como mais uma forma

Nota Coordenação de Saúde Mental MG

segunda-feira, 18, dezembro , 2017 by

A Coordenação Estadual de Saúde Mental do Estado de Minas Gerais manifesta sua posição contrária às mudanças propostas pelo Ministério da Saúde na Política Nacional de Saúde Mental, por representar uma inversão no modelo de atenção às pessoas com transtorno ou sofrimento mental incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas preconizado na lei 10.216/2001

Nota Ipub UFRJ

segunda-feira, 18, dezembro , 2017 by

O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE MENTAL DO INSTITUTO DE PSIQUIATRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO vem a público manifestar o seu total repúdio as propostas de alteração da Política Nacional de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas a serem apresentadas na CIT 14 de dezembro de 2017,por meio do  Coordenador Nacional de Saúde Mental, Álcool e

NOTA TÉCNICA DA GERÊNCIA DE SAÚDE MENTAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SOBRE A APRESENTAÇÃO DE DADOS DA RAPS FEITA PELO COORDENADOR NACIONAL DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS NA CIT DE AGOSTO DE 2017 E SOBRE AS PROPOSTAS DE ALTERAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE MENTAL, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS A SEREM APRESENTADAS NA CIT DE DEZEMBRO DE

Retrocesso na saúde mental

segunda-feira, 18, dezembro , 2017 by

Nos últimos 30 anos, o Brasil construiu uma política de Estado para portadores de transtornos mentais que ganhou o reconhecimento da Organização Mundial da Saúde. Essa política abriu quase 3.000 serviços de saúde mental comunitários, redirecionando recursos antes gastos em manicômios, que excluíam sem tratar. Muitos, aliás, violaram direitos humanos, como denunciado pela imprensa e pelo Ministério Público.

Dados da Gerência de Saúde Mental ERJ

segunda-feira, 18, dezembro , 2017 by

O estado do Rio de Janeiro possui 169 CAPS implantados, destes 144 estão habilitados. Responderam ao questionário 152 CAPS. Os dados a seguir correspondem as informações prestadas por esses 152 CAPS.  

O Cosems RJ também recomenda a entrevista concedida por Lumena Almeida, ex-secretária de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, publicada no site Página B. A entrevista, intitulada “De volta aos manicômios? SUS retoma debate sobre hospitais psiquiátricos no Brasil”, é de autoria de Carolina Piai. Acesse o conteúdo na fonte original ou leia abaixo.

Trazemos, também, o posicionamento do Grupo Temático de Saúde Mental da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). Publicada em setembro, a nota defende a Reforma Psiquiátrica e uma política de saúde mental conectada com os dias atuais e que traga dignidade. Leia o texto completo abaixo ou acesse direto no site da Abrasco. 

Programa do Canal Saúde, da Fiocruz, debate o tema

terça-feira, 07, novembro , 2017 by

Também sugerimos aos gestores e ao público em geral que assistam ao programa Sala de Convidados, do Canal Saúde, que foi ao ar em 24 de outubro. O programa tratou da revisão de Política Nacional de Saúde Mental e debateu seu impacto na assistência e na gestão da saúde. Participam do debate a coordenadora do

Para fundamentar este debate, o Cosems RJ selecionou diversas leis e portarias que tratam do tema da saúde mental.  LEGISLAÇÃO BÁSICA DE SAÚDE MENTAL • Lei nº 10.216, de 6 de abril de 2001 – Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde

TOP