DESAFIOS DA A.B. NO ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA DA COVID-19 NO SUS NO ERJ

por / quinta-feira, 22 outubro 2020 / Categoria Sem categoria

Webnar traz resultados da Pesquisa Desafios da Atenção Básica no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no SUS
A Pesquisa Desafios da Atenção Básica no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no SUS foi conduzida pela Fiocruz, pela Universidade de São Paulo (USP), pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a partir da iniciativa da Rede de Pesquisa em Atenção Primária da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/Brasil). A pesquisa teve o objetivo de identificar os principais constrangimentos e as estratégias de reorganização da Atenção Primária à Saúde / Atenção Básica utilizadas por essas equipes no enfrentamento da Covid-19 nos municípios brasileiros.
Participaram da pesquisa 2.566 profissionais e gestores, sendo 1.908 profissionais de saúde da APS/AB e 566 gestores. Os participantes se distribuíram em todos os estados da federação, além do Distrito Federal, atuantes em mil municípios diferentes. O relatório estadual do Rio de janeiro terá a devolutiva nesta webinar (Acesse o Relatório).

Estratégias de monitoramento e avaliação e os indicadores de desempenho do Programa “PREVINE BRASIL”. A apresentação desdobra o debate da Webinar “Painéis de monitoramento de dados na APS”, desta mesma série, para dar enfoque às ações que foram suspensas ou reduzidas durante os primeiros meses da pandemia. O objetivo é relacionar os indicadores atualmente vigentes nas estratégias de financiamento estadual e nacional com o processo de programação e organização do processo de trabalho.

O ponto de partida são as inquietações das coordenações municipais de Atenção Básica, levantadas nos grupos de trabalho regionais e em outros espaços de diálogo com os apoiadores da SAPS/SES-RJ. As etapas do processo histórico de implantação do e-SUS serão analisadas, buscando compreender de que maneira seus limites são expressos nos resultados alcançados hoje. Os indicadores de desempenho do Programa Previne Brasil serão abordados de forma didática e crítica, favorecendo um bom uso dos mesmos como ferramenta de apoio, evitando a compreensão dos mesmos como uma carteira de serviços.

Acesse o link


TOP