Nota oficial da SES RJ sobre as ações de enfrentamento ao sarampo

por / sábado, 15 fevereiro 2020 / Categoria Destaques, nota, Notícia em Destaque, Sem categoria

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ) reconhece e apoia os esforços empreendidos pela Secretaria de Estado e Saúde do Rio de Janeiro (SES RJ) para tornar efetiva a vacinação contra o sarampo e o enfretamento à doença em todos os municípios fluminenses, por meio de campanhas e ações de conscientização, da mobilização de profissionais e da rápida atuação nas situações de casos suspeitos.

O Cosems RJ se une a esse esforço, reforçando a importância da ação conjunta e integrada das três esferas federativas – Governo Federal, Estado e Municípios – para alcançar êxito no combate ao sarampo no estado do Rio de Janeiro.

Leia abaixo a nota publicada pela SES RJ sobre o tema:

A secretaria de Estado de Saúde informa que vem promovendo desde o ano passado a capacitação de profissionais, orientando sobre o manejo clínico do sarampo, e convocando, por meio de campanhas e notícias veiculadas pela imprensa, a população fluminense a tomar a vacina em postos de saúde dos 92 municípios do estado. Inclusive, no dia 1º de agosto de 2019, a SES emitiu um alerta contra o sarampo. Na ocasião, tratava-se de uma ação preventiva diante do surto da doença registrado em São Paulo.

A SES informa ainda que se antecipou ao Ministério da Saúde e deu início à campanha de vacinação deste ano no início de janeiro, buscando, mais uma vez, oferecer suporte às prefeituras. Isso ocorreu justamente porque a SES sempre monitorou os níveis de cobertura vacinal e detectou que as taxas encontravam-se muito aquém das ideais.

Outra ação que mostra a preocupação da SES com o avanço do sarampo aponta para a mobilização de centenas de profissionais da própria secretaria, que vem oferecendo em pontos fixos e móveis um serviço de vacinação, atribuição conferida por lei a administrações municipais. Essa ótica, porém, foi modificada pela atual gestão desde o ano passado, quando a SES, entre outras coisas, também passou a fiscalizar os casos suspeitos junto às secretarias municipais.

Além dos pontos fixos em estações das barcas, trens e metrô; Aeroporto Santos Dumont, Iaserj e Hemorio, a secretaria disponibilizou cinco caminhões para promover uma vacinação itinerante por várias regiões do estado.

A SES reforça que continuará atuando para manter a mobilização em torno da meta de imunizar 3 milhões de cidadãos fluminenses.

Por fim, acreditamos sempre no diálogo e na parceria com o Ministério da Saúde e o Governo Federal muito importante para união em benefício da população.


TOP