Última assembleia do ano é marcada pelo reconhecimento da atuação dos gestores em 2018

por / terça-feira, 11 dezembro 2018 / Categoria Assembléia, Destaques

A última Assembleia Ordinária do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ) de 2018, realizada no dia 6 de dezembro, na capital fluminense, reuniu gestores municipais de saúde para debater questões importantes para a saúde pública fluminense. O encontro contemplou temas como o novo edital do Programa Mais Médicos, portarias do período e contou com a apresentação da equipe de Assessoria de Comunicação sobre as atividades desenvolvidas durante 2018.  Para agradecer os secretários pela dedicação ao trabalho durante o ano, o Cosems RJ promoveu um almoço de confraternização. A reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), realizada na parte da tarde, contou com a presença do Secretário de Estado e Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio D’Abreu Gama.

A programação da Assembleia foi iniciada com a apresentação do Plano Operativo de Atenção à Saúde do Adolescente em Conflito com a Lei em Regime de Internação Provisória e Semiliberdade.  PNAISARI, apresentado pela Assessora Técnica de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Patrícia Albuquerque que coordenou o processo de sistematização do plano. Baseado no princípio da complementariedade, a iniciativa prevê o atendimento dos jovens nas Unidades Básicas de Saúde. “Os eixos de trabalho incluem o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento físico e psicossocial desses jovens, abrangendo saúde bucal, sexual e reprodutiva, saúde mental e outras áreas”, esclareceu a coordenadora de Saúde Integral e Reinserção Social do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do DEGASE, Christiane da Mota Zeitoune. A capital fluminense já aderiu ao plano e deverá receber os recursos oriundos do Fundo Nacional de Saúde, enquanto os outros municípios passam por uma fase de sensibilização. Um Mapa de Imigração está sendo desenvolvido pela equipe do projeto com o objetivo de colocar como referência o município de origem dos jovens antes de sua libertação. “Precisamos disponibilizar esse mapa aos secretários para priorizarmos a atenção a esses jovens”, ressaltou a presidente do Cosems RJ, Maria da Conceição de Souza Rocha. 

Para dar continuidade, a equipe da Assessoria de Comunicação, formada pelas jornalistas Renata Fontoura e Marina Schneider e o pelo produtor multimídia Wagner Nagib, apresentou os resultados da atuação em 2018. O trabalho consolidou a credibilidade das informações junto ao público de interesse e reforçou a presença do Cosems RJ nas Redes Sociais Online e o desenvolvimento de novas mídias para aperfeiçoar o diálogo com os gestores. O portal da entidade registrou 18.668 acessos durante o ano e a página no Facebook alcançou 922 seguidores e 80 mil visualizações. A equipe apresentou as rotinas da Assessoria de Comunicação e fez um panorama das matérias jornalísticas e vídeos desenvolvidos e publicados nos canais da instituição.

A assessora técnica do Cosems RJ e representante da entidade na Comissão Estadual do Programa Mais Médicos, Dilian Hill, apresentou aos gestores municipais informações sobre edital que contempla o 16º ciclo da iniciativa. Em sua fala, Dilian esclareceu aspectos relacionados às obrigações dos secretários municipais e os processos que envolvem a validação e homologação dos municípios, além do cronograma final. “Nesse ciclo, temos um total de 228 vagas preenchidas e, desses, 28% dos inscritos já se apresentaram. No geral, registramos 33% de adesão ao programa”, explicou Dilian. A presidente do Cosems RJ pediu a atenção dos secretários para os esclarecimentos. “É preciso estarmos atentos às obrigações que temos e a aspectos como documentação e carga horária para que não haja problemas no futuro”, ressaltou Maria da Conceição de Souza Rocha.

Já tradição nas assembleias, o assessor jurídico do Cosems RJ, Mauro Silva, apresentou as portarias do período. O também assessor jurídico da instituição, Julio Dias, fez um informe sobre Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS). “O sistema já está disponível. Para os municípios que ainda não homologaram o 5º bimestre é preciso fazê-lo, já que o último prazo foi 30 de novembro e não há indicação de prorrogação desse prazo”, alertou Julio.

O assessor técnico do Cosems RJ Manoel Santos, anunciou a implementação da Carta Acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), fruto do trabalho do corpo técnico do Cosems RJ e que irá ampliar o apoio institucional aos gestores e subsidiar o atual com a proposta de dois produtos finais. “O projeto vai proporcionar a realização de um estudo sobre o perfil dos secretários municipais e fazer uma avaliação dos Planos Municipais de Saúde”, explicou Manoel. A iniciativa contará com a atuação de quatro apoiadores até março de 2019. 

O convite para a participação na próxima edição do Roda de Práticas, que acontece no próximo dia 18 de dezembro, no campus de Manguinhos da Fiocruz foi reforçado pela assessora técnica do Cosems RJ, Marcela Caldas. A iniciativa é fruto da cooperação técnica entre o Cosems RJ e a Fundação, e tem como objetivo permitir uma maior aproximação da área da pesquisa e de inovação tecnológica com os gestores e apresenta experiências exitosas do SUS em suas edições.  A programação será disponibilizada no site do Conselho.

CIB

Na parte da tarde, foi realizada a reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB RJ). Foram pactuados itens de credenciamento e teto financeiro e outros informes e o encontro contou com a presença do Secretário de Estado e Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio D’Abreu Gama.

Na reunião, o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da SES-RJ, Mario Sergio Ribeiro, apresentou o cenário epidemiológicos das arboviroses e da cobertura vacinal contra a Febre Amarela no Estado. Segundo o especialista, o panorama continua o mesmo, com a atenção voltada para o aumento de casos de chikungunya (14.072 casos de dengue; 2.261 casos de zika vírus; e 37.000 de chikungunya). Quanto à cobertura vacinal contra a Febre Amarela, Mario Sérgio alertou para a necessidade de sensibilizar a população para que procure o posto de saúde para receber a vacina. Sobre o tema, o Secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio D’Abreu Gama, lembrou a importância do envolvimento dos gestores nessa sensibilização. “Nosso papel é conhecer a população para que haja efetividade na cobertura vacinal. É muito importante a atuação dos secretários municipais na prevenção da doença”, frisou o secretário.

Sérgio D’Abreu Gama recebeu uma homenagem especial da presidente do Cosems RJ, Maria da Conceição de Souza Rocha, que, em nome dos secretários municipais de saúde fluminenses, agradeceu o empenho do gestor no período que esteve à frente da SES RJ. “Agradecemos sua atuação. Sabemos que foi um período difícil, mas apesar das adversidades, desenvolvemos um bom trabalho. Gostaria também de deixar um agradecimento à Monique Fazzi e toda a equipe da SES RJ pela parceria e pela tranquilidade com que promoveram a CIB durante esse período”, declarou Conceição.

Foi também Sérgio D’Abreu Gama que fechou a reunião com uma mensagem aos gestores. “Agradeço a todos, nossa equipe técnica e aos secretários, e espero que continuem trabalhando com a dedicação que vem trabalhando”, finalizou.

Assembleia e CIB dezembro de 2018 – Fotos

 


TOP