Volta Redonda recebe projeto Ciência Móvel

por / segunda-feira, 04 maio 2015 / Categoria SUS que dá certo

Um público estimado em quase quatro mil pessoas visitou o projeto Ciência Móvel – Vida Para Todos, que esteve em Volta Redonda no período de 7 a 10 de abril, montado no Ginásio Poliesportivo Amaro Inácio, no Retiro.  O projeto, desenvolvido pelo Museu da Vida (Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz), encantou os visitantes através das várias atrações interativas ofertadas gratuitamente que, além de despertar a curiosidade, também aproximaram a ciência do cotidiano dos participantes.

Segundo a Secretária de Saúde, Marta Magalhães, o objetivo ao trazer o projeto para o município foi sensibilizar a comunidade, principalmente a clientela jovem, para o cuidado em saúde, através da ciência e da tecnologia.  Ela lembrou que a iniciativa fez parte das comemorações do Dia Mundial da Saúde (07 de abril) e contou com as parcerias das secretarias de Educação (SME) e Esporte e Lazer (SMEL).

A Coordenadora do Projeto em Volta Redonda, Ana Carolina Gonzalez, destacou a importância do Ciência Móvel como um espaço de descoberta, reflexão e encantamento com atividades envolvendo temas como a biologia, a física, astronomia, promoção da saúde e arte. “Nesta temporada o projeto contou com 13 equipamentos e uma equipe com 18 mediadores para a apresentação dos módulos e atendimento aos visitantes”, ressaltou, informando que o Ciência Móvel já viajou por 77 cidades do Sudeste do país. Em nove anos de atividades já recebeu um público de mais de 650 mil pessoas.

ATRAÇÕES –  O girotech – um simulador de exercícios como os realizados pelos astronautas da Nasa , e o planetário inflável foram as atrações mais procuradas pelo público nesta temporada do Ciência Móvel.  Mas outras atividades também garantiram diversão e conhecimento aos visitantes, como a miniusina hidrelétrica, que mostra como a queda da água de um rio é convertida em energia elétrica; os modelos desmontáveis do ouvido e do olho humano, que permitem entender como o som e a luz viajam pelo interior desses órgãos; as câmaras escuras que revelam segredos de nossa visão e os tubos musicais que mostram como se produzem diferentes sonoridades.

O Ciência Móvel é fruto da parceria com a Fundação CECIERJ e Bio-Manguinhos, tem patrocínio da SANOFI, da IBM e apoio do CNPq/MCTI.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Volta Redonda


TOP