Diante da calamidade sanitária da Covid-19 no Brasil e do rápido agravamento da situação da pandemia no estado do Rio de Janeiro, o COSEMS RJ vem a público manifestar-se.

O crescente aumento do número de casos e internações na rede de saúde do território estadual, conforme dados amplamente divulgados, confirma a gravidade e o recrudescimento da pandemia. Tal fato já levou a rede de saúde de vários estados do país ao colapso.

MAIS UMA VEZ O SUS SENDO AMEAÇADO
Não bastasse atingirmos até a próxima quinta-feira (25/02/2021) as trágicas marcas de mais de 10 milhões de infectados e de 250 mil óbitos por COVID 19, o povo brasileiro está também sendo ameaçado com a votação, no Senado Federal, da PEC Emergencial (PEC 186/2019), que traz como proposta o fim da exigência de gastos mínimos do poder público em saúde e educação, com a falsa promessa de que a PEC devolveria a autonomia do orçamento aos governantes.

“Sorôco estava dando o braço a elas, uma de cada lado. Em mentira, parecia entrada em igreja, num casório. Era uma tristeza. Parecia enterro. Todos ficavam de parte, a chusma de gente não querendo afirmar as vistas, por causa daqueles trasmodos e despropósitos, de fazer risos, e por conta de Sorôco — para não parecer

NOTA TÉCNICA COSEMS RJ nº 08/2020

terça-feira, 03, novembro , 2020 by

Considerando que nesta reunião estiveram presentes as seguintes autoridades sanitárias nacionais e estaduais: Secretário Nacional da SAPS/MS, do Diretor do DAPS/SAPS/MS, bem como das coordenações deste departamento; do Presidente, Secretário Executivo e dos Assessores de Informação e Informática e de Atenção Básica do CONASEMS; do Subsecretário da SGAIS/SES RJ, da Superintendente da SAPS/SGAIS/SES RJ e de seu Coordenador de Apoio à Gestão da APS/SAPS/SGAIS/SES-RJ e da Presidência, Diretora financeira, da Secretária Executiva e de assessores do COSEMS RJ.

NOTA DE REPÚDIO AO DECRETO 10.530 DE 26/10/2020

sexta-feira, 30, outubro , 2020 by

EM DEFESA DE UM SISTEMA PÚBLICO E UNIVERSAL DE SAÚDE

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ), viu com preocupação a publicação e posterior revogação do Decreto 10.530, do Governo Federal, que versava sobre o desenvolvimento de estudos para a privatização da Atenção Básica no Brasil. De início, parecia mais uma trapalhada ou a perspectiva de “porteira aberta” como mais uma medida do Governo Federal de conotação privatizante, coerente com seu projeto neoliberal.

Nota Técnica Cosems RJ 07/2020

quarta-feira, 14, outubro , 2020 by

Programa Previne Brasil Cenários de risco de perda de recursos para o ano de 2021 Desde outubro de 2019, antes mesmo da publicação da portaria 2.979/19, o Cosems RJ vem acompanhando de perto os movimentos que culminaram nas mudanças do regramento do financiamento da Atenção Básica (AB), buscando contribuir com o debate e, principalmente, zelando

Em setembro de 2019, o COSEMS/RJ e a Superintendência de Atenção Primária à Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de janeiro (SAPS-SES/RJ) criaram um Grupo Técnico de Financiamento da Atenção Básica, denominado GT Financiamento AB, específico para discutir as propostas anunciadas pela Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde

MANIFESTO COSEMS RJ   O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ), entidade que congrega os 92 gestores municipais fluminenses, vem se pronunciar sobre a decisão do Ministério da Saúde de fazer a recontagem do número de casos e de mortos por Covid-19, manifestação expressada no último dia 06

TOP